Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

A POLPA DA FRUTA POÉTICA DE HELDER HERIK

Imagem
por Luciano José*

Comentar a produção de um determinado autor nos dias atuais é manter viva uma tradição bastante cultuada nos meios artísticos de outrora: o exercício da crítica feita não por pessoas especializadas, mas entre os próprios pares que produzem arte. Na ausência da crítica acadêmica, resta o diálogo recíproco e sincero entre os que se aventuram na criação.
A crítica é imprescindível por vários motivos: de forma especial porque é através dela que tomamos consciência de uma dimensão mais ampla da obra produzida. Sem a crítica não há como ser questionado, pensar em melhorar na produção, admitir certos limites e também constatar méritos. Do mesmo modo, a autocrítica é fundamental. Ela impede a precipitação em querer publicar, promove o aprimoramento do texto, permite o distanciamento necessário para não repetir erros, vícios, evita a ingenuidade ou o caminho da pretensão.
A propósito disso, podemos pensar na produção poética de Helder Herik, pernambucano da cidade de Garanhuns q…