A Casca








Havia uma ladeira no bairro
bem ladeirada e curvalada

veio o menino sem freio
putuf

putuf era além do estouro
putuf era o sangue expelindo

... a água lavava o sangue ...

ficou o feio da ferida

ficou a casca durinha
ruim de tirar
bom de coçar

ninguém viu ninguém veria
o menino a comer o taco da casca 

no amanhecendo daquele dia
a casca saiu andando 
igual um besouro

(o bicho de que já era)

Postagens mais visitadas deste blog

Impulso

Suspiros

Paulo Gervais, Poeta.