Vila Najwal, Índia, fronteira com o Paquistão

















Quisera
o tiro pela culatra
tiro a marcha à ré
acionada

quisera
a bala analfabeta
bala que atirada
errasse a sua estrada  

quisera
o tiro em Paintball 
que sai a ferida
quando lavada

tiros que pegaram a parede
chega e ver
os poucos tiros errados no alvo-corpo
(o filho morto)

pudessem linha e agulha
costurar o furado-corpo
pudessem mercúrio e gaze
fechar o minado-corpo

e nem assim não é
se o que é findo
é acabado

conte na parede
o sangue respingado
sangue ou terço
no cimento incrustado

Postagens mais visitadas deste blog

Impulso

Suspiros

Paulo Gervais, Poeta.