MELANCOLIA

os bois na fazenda
veem a vida cercada
miram devagar quem passa...
...e ficam tristes devagarzinho

© Helder Herik
Maira Gall