Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2019

Diálogo na páscoa

Imagem
“Mãe, tem uma aranha no meu ouvido!”. “De novo essa história da aranha?” “Ela fica falando coisas”. “Igual o rinoceronte?” “A senhora ainda lembra do rinoceronte?”, e a menina abriu um sorriso babado. Sempre achou que a mãe não ligava. Era só reclamar das contas, do atraso, dos ombros e de qualquer outra coisa. “Ele era cor de rosa, não era? “...” “Não era mãe, cor de rosa?”
Agora a mãe estava absorta, passando batom e vendo a boca diminuindo. Diminuindo ou engelhando. “Qualquer dia e essa boca desaparece”, pensou alto.
“O rinoceronte desapareceu, não foi mãe?” “...”
Agora a mãe ficou olhando os ombros. Um mais alto que o outro. A vida toda aquilo. O jeito era levantar o ombro mais baixo para compensar o desnível. Mas ela se achava tão artificial. E lhe vinha na cabeça aquela dança do Michael Jackson. Aquela dança daquele clip dos zumbis e tudo mais. Um terror!
Se usasse a bolsa no ombro mais baixo, automaticamente ela faria um movimento para cima e tudo se resolveria. E era uma coisa tão si…